quarta-feira, 23 de junho de 2010

Próximo capítulo

Olá, gostaria de agradecer a todos que me deram os "parabéns". Se pensar bem, nesta mesma data há 4 anos atrás eu estava completamente triste, deitado em uma cama, mexendo apenas a cabeça e sem expectativa nenhuma de melhora. Hoje, graças a Deus estou bem melhor e planejando minha ida ao Project Walk, que tenho certeza, me ajudará a conseguir ainda mais movimentos e uma maior independência. Ou seja, 4 anos se passaram e posso dizer que estou começando a escrever um novo capítulo na minha vida, o primeiro foi encerrado no último dia 18.

Há um tempo atrás, recebi email e alguns recados perguntando mais detalhes sobre a minha lesão e como era a cirugia. Dei uma revirada nos meus arquivos e encontrei algumas imagens da tomografia que fiz no Sarah logo após ter feito a cirugia, em 2006.

Não sou médico e nem sei explicar detalhadamente, mas vou tentar. Na primeira foto, é a imagem da minha medula espinhal. A parte lesionada é a mais esbranquiçada, marcada pela seta. O que ocorreu foi que ao bater a cabeça no fundo da piscina, eu quebrei a quinta vértebra da coluna cervical, a C5, e no impacto esta vértebra atingiu a área marcada lesionando a medula e impedindo a realização de alguns movimentos no meu corpo. Existem casos de pessoas que também frauram as vértebras mas não perdem os movimentos, isso ocorre quando não se atinge a medula.

Já nas fotos abaixo, o que vemos é a minha coluna cervical após a realização da cirugia, já com a placa de titânio e os quatro parafusos. Na cirugia foi feita a reposição do osso, através de um enxerto na vértebra fraturada (C5) para que ela não pressionasse mais a medula. A placa e os parafusos foram colocados para auxiliar até que o enxerto calcificasse, como se fosse um gesso quando fraturamos um braço por exemplo. Hoje eu até poderia retirar esta placa, mas devido ao risco de atingir a medula novamente durante a cirugia, não há necessidade de mexer.

É isso, agora vocês já me conhecem por "dentro" e por fora =) Ah, e segue a campanha, falta arrecadar apenas 36 dos 180 dias que preciso. Vamos em frente, acredito que com a ajuda de todos, até setembro conseguiremos atingir a meta. Muito obrigado pelas colaborações.

4 comentários:

osmala disse...

palavras de incentivo, continue a nadar continue a nadar! =]

Nine disse...

Falta pouco, Fábio!!! Tenho certeza que você irá muito além do que espera! Não perca a fé, viu?! Rezo sempre por você! Beijos!

Guesa disse...

Estou sempre por aqui (e pelo orkut, e pelo twitter, enfim) e fico muito feliz por vc a cada dia! Sei o quanto é dolorido passar por uma situação dessas (ou imagino). Estive perto de uma dor semelhante quando minha mãe "travou" por conta de 4 érneas de disco na coluna _proximo a lombar_ e foi um período mto dificil das nossas vidas. Hoje´ela tb tem 4 pares de parafusos pós operação! Continue nesta "caminhada". Não para não! O melhor da vida é viver e ter esperanças! Não as deixe passar! Parabéns por todos seus dias!

Ronaldo Brito disse...

Tamo' chegando Fabito!