segunda-feira, 18 de janeiro de 2010


Sempre gostei de ter minha vida planejada, de fazer planos a curto e médio prazo. Em 2002, logo após concluir o ensino médio, comecei a cursar a faculdade de Biologia e ao mesmo tempo fui chamado para meu primeiro emprego, com o qual ajudava a pagar parte da mensalidade, a outra meus pais bancavam.

Quando estava no segundo ano, nos mudamos e devido a longa distância da faculdade até minha casa, tive que transferir meu curso. Como as faculdades por perto não tinham Biologia, me vi obrigado a fazer uma nova escolha. Foi então que optei pelo Jornalismo. Com a mudança de casa e de curso, veio também um novo emprego, desta vez com um salário melhor, que possibilitava pagar integralmente minha faculdade.

Tudo ia bem e conforme eu havia planejado. Estava em um curso com o qual me identificava e tinha um bom emprego. Com tudo indo bem, já fazia planos para quando me formasse jornalista. Como ingressei no novo curso em janeiro de 2004, isso ocorreria no início de 2008.

Planos interrompidos

Infelizmente meus planos foram interrompidos no dia 18 junho de 2006. Eu estava no quarto semestre na faculdade e tudo que havia planejado estava acontecendo. Era ano de Copa do Mundo e no domingo, dia 18, eu e mais alguns amigos resolvemos marcar uma festa e convidar o pessoal para assistirmos ao jogo entre Brasil e Austrália juntos, e assim foi.

Começamos os preparativos no dia anterior. No domingo, acordei bem cedo, peguei tudo que precisava e fui em direção a casa do meu amigo, aonde assistiríamos ao jogo. Era um lugar muito agradável, com piscina, e que com frequência passávamos tardes inteiras ali.

Chegando na casa, começamos a organizar tudo e logo foram chegando os convidados, tudo correu perfeitamente bem, inclusive o jogo, com vitória brasileira por 2 a 0. A partida terminou por volta das 13h30, depois disso, ficamos conversando e ouvindo música.

O dia estava ensolarado e seco, como de costume nessa época do ano em Brasília. Foi então que resolvi tomar a iniciativa e ser o primeiro a pular na piscina. Entrei e para minha frustração poucos se animaram a fazer o mesmo, foi então que resolvi abandonar a ideia. Quando já estava me vestindo, o pessoal resolveu entrar. Ainda nem havia dado tempo de me secar, e quando vi que minha ideia havia sido aceita, resolvi entrar novamente e foi ai que aconteceu algo que eu, definitivamente, não havia planejado.

Fora dos planos

Ao saltar de ponta na piscina, meu corpo inclinou demais, levantando as minhas pernas e fazendo com que eu batesse a cabeça no fundo. Lembro perfeitamente de ouvir o barulho do choque da minha cabeça com o piso. Imediatamente perdi todos os movimentos, mas não desmaiei, continuei consciente, porém sem poder me mexer. Eu estava embaixo da água e minha cabeça começou a sangrar devido a batida, foi então que um amigo percebeu e me retirou da água.

Eu não sentia dor alguma, apenas muito cansaço no corpo. Meus amigos me colocaram sentado fora da piscina, eu sequer conseguia levantar a cabeça, perdi completamente todos os movimentos. Percebendo isso, me deitaram no chão e ligaram para uma ambulância. Assim que os bombeiros chegaram, imobilizaram meu pescoço e me encaminharam ao Hospital de Base de Brasília. Lembro de quando estava dentro da ambulância escutar um dos bombeiros comentar com o motorista “Vamos devagar, sem balançar muito”. Na hora não entendi bem, afinal o que mais queria era chegar logo, encontrar meus pais e saber o que realmente havia acontecido.

Assim que os bombeiros informaram para onde me levariam, um amigo avisou aos meus pais o ocorrido e para onde estavam me levando. Ao chegar no hospital, lembro apenas do momento em que a porta da ambulância foi aberta e vi o rosto dos meus pais. Depois disso, ao saber que já estava com eles, devo ter relaxado pois lembro de pouca coisa.

A lesão

No hospital, os médicos informaram para os meus pais que eu estava tetraplégico e havia fraturado a quinta vértebra da coluna (C5), na altura do pescoço. Esta vértebra machucou a medula, fazendo com que eu perdesse os movimentos do pescoço pra baixo. Era necessário relizar uma cirugia para recolocar a vértebra no lugar e ver o tamanho da lesão que ela havia causado na medula. Mesmo assim um dos médicos foi bem claro ao meu pai: “Seu filho vai ficar permanentemente em uma cama”.

Na quinta-feira, dia 22, eu ainda não havia feito a cirugia, estava com muita febre e com o corpo começando a ficar com feridas devido a pemanência deitado na mesma posição. Foi então que fui transferido para o Hospital Sarah Kubitschek, também em Brasília, para ser operado.

Ao chegar no Sarah foi que eu comecei a entender a minha situação. Os médicos realizaram alguns exames e conseguiram ver que a vértebra fraturada não estava mais pressionando a medula, por isso resolveram esperar minha febre abaixar para somente depois fazerem a cirugia, que ocorreu no dia 10 de julho.

Mais um susto

Na mesma quinta-feira, dia 22, após quatro dias do meu acidente, ocorreu outro bem mais grave. Naquela manhã, ficamos por conta da minha transferência do Hospital de Base para o Sarah. Apenas por volta das 14h é que eu e minha mãe, que estava como minha acompanhante no Sarah, chegamos a enfermaria aonde eu deveria ficar.

Após o almoço, minha mãe, voltou do banheiro e disse sentada ao lado da minha cama, que não estava passando bem, estava enjoada. Foi então que ela encostou a cabeça na minha cama e disse que iria descansar um pouco. Eu não podia fazer muita coisa, afinal nem virar o pescoço eu conseguia naquele momento. De repente, apenas escutei um barulho e percebi que ela não estava mais do meu lado. Ela havia caído da cadeira e estava deitada no chão. Tentei gritar por ajuda mas não tinha forças pra isso. Por sorte, uma enfermeira que passava viu minha mãe caída e chamou os médicos, que imediatamente a socorreram.

Eu fiquei completamente perdido, sem saber o que estava acontecendo. Minutos depois, as enfermeiras me informaram que ela havia apenas desmaiado, mas já estava bem. Dias depois eu saberia que ela apenas disse isso com a intenção de não me preocupar, porque na verdade minha mãe havia sofrido um infarto, considerado fulminante pelos médicos. (Eu sei que se tivesse sido fulminante ela estaria morta, mas foi isso que me disseram na hora).

Imediatamente ela foi transferida para o InCor (Instituto do Coração) aonde ficou internada. Após ficar alguns dias sem reconhecer ninguém da família, ela começou a recuperar a memória, mas sem nenhuma lembrança do que havia ocorrido comigo. Sequer lembrava que era casada e tinha dois filhos. Milagrosamente, após apenas uma semana, ela foi liberada do hospital sem nenhuma sequela grave. Hoje ela brinca: “Deus me mandou de volta pra cuidar de você”.

Segundo os médicos que socorreram minha mãe, o infarto foi causado por estresse acumulado, e o meu acidente foi a gota d’água. Eu não sei se existe destino, mas não haveria lugar melhor para ela ter infartado. Afinal, ela estava dentro de um hospital e com vários médicos no mesmo prédio. Alguns afirmam que se ela estivesse na rua ou em casa, dificilmente teria sobrevivido, coisa que conseguiu devido ao rápido atendimento.

A recuperação

Passado os sustos, as coisas, na medida do possível, foram entrando nos seus devidos lugares. Com o infarto, minha mãe foi proibida de permanecer muito tempo comigo no hospital. Por isso, vários tios, familiares e amigos se revezavam para me auxiliar a comer, trocar de roupa, tomar banho, entre várias outras atividades que eu precisava de ajuda.

Fui operado 17 dias antes do meu aniversário, colocaram uma placa de titânio e quatro parafusos na vértebra fraturada (foto). Logo depois, comecei a fazer fisioterapia, mesmo na cama dentro da enfermaria. Em seguida, consegui ter algumas melhoras simples, como virar o pescoço ou levantar um pouco os braços, coisas pequenas, mas que se tornam enormes nesses momentos.

Na verdade, mesmo com algumas melhoras, a ficha de estar tetraplégico caiu apenas quando me colocaram pela primeira vez na cadeira de rodas. A sensação é estranha. Boa por conseguir sair da cama e ruim por ver o tamanho das minhas limitações.

De volta pra casa, mas por pouco tempo

Eu permaneci no Sarah do dia 22 de junho até outubro, quando finalmente voltei pra casa. Até aquele momento eu havia recuperado da cintura para cima, os movimentos dos braços, mas sem movimentar as mãos e nas pernas eu recuperei a sensibilidade, ou seja, mesmo sem movimentá-las eu consigo sentir quando alguém encosta ou cai água por exemplo.

A adaptação a minha casa e a viver na cadeira não foi fácil. Quando se está no Sarah (hospital especializado neste tipo de lesão), você tem tudo ao seu alcance, tudo é planejado e adaptado para uma pessoa viver em uma cadeira de rodas. Infelizmente, no mundo real não é assim e tudo fica bem mais complicado. São portas estreitas demais, ruas sem rampas, estabelecimentos sem acessos e por ai vai.

Em fevereiro de 2007, eu fui convidado pela primeira vez para ir ao Sarah do Lago Norte. Esta unidade do Sarah, diferentemente da primeira que eu fiquei quando fui operado, é voltada mais para a fisioterapia e para simular situações do dia a dia, para ensinar o paciente a conviver melhor com a cadeira. Consegui me adaptar as situações, reaprendi a comer, a segurar um copo e empurrar, mesmo que devagar, a cadeira. Tudo para tentar conseguir voltar a fazer o máximo possível das coisas que eu fazia antes.

Após sair do Sarah, no final de fevereiro, decidi retornar a faculdade. Voltei ao quinto semestre. Com a minha volta, sentia que parte do que eu fazia antes, ainda era possível de ser feito, mas de maneiras diferentes e sempre contando com ajuda dos amigos. Graças a essas ajudas de colegas e amigos consegui me formar jornalista em junho de 2008, apenas 6 meses depois do que eu havia planejado.

Menos livros, mais exercícios

Após me formar, criei alguns sites esportivos, escrevi colunas em jornais e revistas e gravei comentários para rádios. Os assuntos quase sempre eram sobre esportes ou as questões sociais envolvendos os deficientes físicos. Porém, nunca tive a chance e a possibilidade de voltar a trabalhar com maior eficiência, justamente pelos limites que a lesão me impõe. Passei então a me dedicar exclusivamente a fisioterapia. Já não frequentava mais o Sarah para isso, aliás desde então eu só tenho voltado ao Sarah para exames rotineiros e anuais.

Contratei uma fisioterapeuta particular e fazia os exercícios em casa. Fiquei assim por quase 3 anos, tinha uma, as vezes duas horas de fisioterapia dia sim, dia não. Certo vez percebi que a minha melhora havia estacionado e de maneira que não me deixava mais contente e empolgado com a recuperação como eu estava assim que começei os exercícios em casa. O que eu estava fazendo já estava superado.

Projeto novo, mas distante

Foi aí que em janeiro de 2010, através de uma amiga também cadeirante, conheci o Project Walk de San Diego, nos Estados Unidos. O PW nada mais é do que uma clínica voltada para a fisioterapia intensiva para pessoas com lesões medulares. Bem resumidamente, é uma academia adaptada e com profissionais altamente treinados para lidarem com deficientes físicos. Porém, a clínica fica nos EUA e não sairia nada barato ir até lá. Conseguir dinheiro para passar no mínimo 6 meses (tempo recomendado pelo próprio Project Walk para que as melhoras comessem a aparecer) em terras norte-americanas não seria tão simples.


Com a ajuda de amigos, criamos a campanha Bora, Fabito! A ideia era de arrecadar a quantia necessária para passar tal período por lá. Começamos em janeiro e em dezembro embarquei para San Diego. As pessoas foram fantásticas ao ajudarem. Festas, almoços, shows, doações... teve de tudo um pouco e somado com a venda de um carro da família para complementar o valor necessário, lá fomos nós. 


Fiquei sete meses no Project Walk. Foi o melhor período da minha vida, um mundo novo se abriu, tanto na questão da fisioterapia quanto culturalmente. Fazia de duas a três horas seguidas de fisioterapia, de segunda a quinta. Após cada sessão estava esgotado, mal conseguia levantar os talheres para comer, mas adorava aquela sensação. Vi na dor uma aliada, quase que um sinal de evolução. Passei a perceber que o limite que eu acreditava já ter alcançado na minha recuperação na verdade não estava nem perto de ser aquele. Possibilidades infinitas começaram a surgir. Aproveitei e me dediquei ao máximo, os resultados apareceram, tive melhoras significativas, mas havia chegado a hora de voltar.


A volta pra casa


Voltamos em meados de 2011 e assim que cheguei percebi que não poderia mais diminuir o ritmo da fisioterapia. Caso contrário perderia tudo ou boa parte do que havia conquistado naqueles duros sete meses de exercícios intensos e diários. Por sorte, um mês depois que voltei, uma amiga brasileira que conheci nos EUA voltou de lá e abriu uma clínica parecida em Brasília, em seguida outra amiga, desta vez a que havia me apresentado o Project Walk também resolveu abrir uma filial, mas em São Paulo. Por morar na capital, optei pela clínica de Brasília e assim fiquei por quase um ano, período em que, mesmo com uma menor frequência de exercícios, consegui mantar meu corpo forte e bem com tudo o que eu havia conquistado no Project de San Diego.

Em 2013 resolvi mudar os planos, em parte por opção, em parte por obrigação. Infelizmente clínicas assim não são baratas e a manutenção de uma rotina de exercícios intensos não é fácil. Aos poucos fui diminuindo as horas, os dias, até que parei de fazer. Perdi boa parte da massa muscular quie tanto me auxiliava e passou a me dar uma maior independência, mas não havia muito o que lamentar. Acredito que foi o fim de um ciclo, ou quem sabe uma breve pausa. Hoje voltei a fisioterapia domiciliar, bem menos árdua, mas que tenho a certeza que jamais me fará mal.

Ainda tenho no que melhorar

Desde o dia que começei a fazer exercícios, ainda na cama do hospital até os dias de hoje, continuei fazendo fisiotepia na maior parte do tempo. Aprendi a conviver com as minhas limitações e a aceitar o que me aconteceu. Porém, apesar de aceitar o meu acidente e as consequências dele, eu jamais irei me conformar com o ocorrido. Passo os dias a procura de algum tratamento, de uma nova forma de fisioterapia, de qualquer coisa que possa me ajudar a melhorar, nem que seja um pouco.

Algumas pessoas se assustam quando me escutam dizer que o que me incomoda não é o fato de estar em uma cadeira de rodas, com isso consigo conviver facilmente. O que incomoda é o fato de não poder mexer as mãos, o que me torna uma pessoa completamente dependente. Sem poder sequer buscar um copo d’agua ou sair da cama para a cadeira sozinho. É por esse entre outros motivos, que jamais vou desistir de buscar a minha recuperação.

Aceitar sim, se conformar jamais

Costumo encarar o que aconteceu de uma maneira positiva. Afinal, se não fosse pelo meu acidente, minha mãe jamais estaria naquela quinta-feira, no dia 22, naquele exato local, dentro de um hospital para ser salva após um infarto "fulminante". Agora você que está lendo pode pensar: “Mas sem o seu acidente ela não atigiria o estresse suficiente para infartar”. Realmente, ela não atingiria naquele momento, mas nunca sabemos o que a vida nos reserva, e se era pra acontecer, Deus soube exatamente a hora de fazer acontecer.

Então se tudo o que me aconteceu foi para salvar minha mãe, com certeza absoluta eu vou aceitar o ocorrido, mas isso jamais me impedirá de correr atrás dos meus sonhos e buscar melhorar o máximo possível. Se não for pra voltar a andar, que pelo menos eu consiga me tornar uma pessoa mais independente. Eu jamais deixarei de acreditar.

Parte 1:

Parte 2:

Parte 3:

115 comentários:

chaverinho disse...

Fabito, pode contar com a minha ajuda!!! já divulguei o texto por ai, o que precisar é só falar

Tatiana disse...

eu também estou aqui pronta para ajudar! te adoro! beijos

Stéfane Maia Rech disse...

ja divulguei!!!
e vou ajudar no que for possivel!!!
beijos

Ypiranga disse...

Fabito,
estou divulgando para todo mundo! Espero poder ajudar.
Estamos juntos!

Fernanda Carneiro disse...

Olá Fábio!

Li sua história e fiquei emocionada com sua fé! Saiba que compartilho dessa confiança em Deus e também tenho certeza do amor infinito que Cristo tem por cada um de nós!

Também sou jornalista, me formei em 2008 e moro em Brasília. Gostei muito do que escreveu quanto aos planos de Deus e vejo você como instrumento. Lembrei desses versículos:

‘Os meus pensamentos não são os pensamentos de vocês, nem os seus caminhos são os meus caminhos. Assim como os céus são mais altos do que a terra, também os meus caminhos são mais altos do que os seus caminhos, e os meus pensamentos, mais altos do que os seus pensamentos.

Porque, assim como desce a chuva e a neve dos céus, e para lá não torna, mas rega a terra, e a faz produzir, e brotar, e dar semente ao semeador, e pão ao que come,
assim será a palavra que sair da minha boca:

Ela não voltará para mim vazia, antes, fará o que me apraz, e prosperará naquilo para que a enviei." Isaías 55:8


Acerca destes versículos, muita pessoas dizem:

- "Está vendo? Os caminhos de Deus e os seus pensamentos, são mais altos que os nossos, por isso nunca se sabe o que Deus irá fazer; nunca se sabe a vontade de Deus!"

Na verdade, os caminhos e os pensamentos de Deus são mais elevados que os nossos, mas Deus nos quer ensiná-los.

Por isso, é que Deus nos deixou a sua Palavra, a Bíblia, onde está escrita a vontade de Deus para os Seus filhos, nos deixou Ele próprio por meio da Eucaristia, da missa, dos sacramentos, nos deixou o Espírito Santo que nos inspira e nos fala por meio da oração.

Fábio, conte com minha ajuda!

Paz e Bem,

Fernanda

victor disse...

Irmão, estaremos a seu lado sempre que vocês precisar...
Com certeza estou ao seu lado nessa...

Grande abraço!

Zuila disse...

Fábioo!!!!!!!!!! Ler sua história foi reviver momentos dramáticos,e ao mesmo tempo ver que aos poucos tem obtido conquistas.
Sei que tudo irá passar, e vc só terá agradecimentos ao Senhor Jesus e história de superação para contar.
Saiba que eu sempre estarei pronta para te ajudar e vc escreveu tudo tao lindoooo....
Eu te adoro demais...
Beijokasss

José Roberto Paraíso disse...

Boa sorte, Fábio

E continue acreditando.

Abs!

Nega disse...

meu deus... como ler essa história e não chorar? é como ver um filme. é reviver momentos.
eu não consigo lembrar de vc e não recordar tudo que vivemos e que só nós sabemos como foi tudo. e eu ainda quero ter ver mto melhor do que vc está hj, pq vc merece.
o leandro chegou aqui no escritório e me viu chorando, então contei pra ele de sua iniciativa (já falei de vc pra ele!), e ele me abraçou e disse: "nós vamos ajudar, né amor?!" e é assim que eu quero q vc fique: sabendo que quem conhece e não te conhece, vai te ajudar mto, pq vc merece!
CONTE COMIGO! (L)

Lecka disse...

Amigo,
Pra sempre SEMPRE!!!
"Tâmo junto"......
pode deixar q vou bolar algo pra conseguir a grana o mais rápido possivel..........

TE AMO!!!

Hugo Santarem disse...

Fabito, pode contar com a ajuda para a campanha! Espero conseguir ajudar! Abraços!

RVM FOTOGRAFIA disse...

Caro Fábio,

Continue sua busca e luta. Deus sabe a hora de tudo e na hora certa tudo virá.
Boa sorte em sua companha.

Grande abraço

Maqueli Quadros disse...

Oi baby...então, quanto vc precisa arrecadar?
me manda um email...maqueli@gmail.com
vu ver o que da para fazer...
bjsssssssss!!!!!

Shirley disse...

Fábio, meu nome é Shirley e sou amiga da Luana, ouvi falar de você antes de tudo acontecer...
Mas tenho uma pessoa em minha vida que me ensinou a ver tudo diferente, a entender as limitações e ser um exemplo de fé. Minha melhor amiga é cadeirante tbm, por isso eu entendo o que vc está passando.
Estou a disposição!

Crisinha disse...

Conte Comigo Fábio!


E vamos divulgar.

Abraços ...

Luana disse...

Meu Gordinho chato!!!
Estarei contigo sempre que precisar!!!! Conte comigo sempre!!!!!
Te amo!

Natallie disse...

Fabito, mesmo tendo acompanhado isso tudo, você conseguiu me fazer chorar com esse texto!!! Vamos respirar!! Lembra que tinha te dado essa ideia? Vamos lá, as coisas vão dar certo, você vai ver! Vou te ajudar de todas as maneiras possíveis, viu?

Saudade imeeensaaa!!!
E vc está sempre aqui dentro do meu coração =)

Um beeeijooo

Amélie Gabi disse...

Fábio, conte comigo.

Abraço.

Nathália disse...

Eu sei da sua história e sei da sua luta, vou te ajudar como eu puder... sempre! Porque acredito em você!!
;*

CRIS disse...

Fábio
conte comigo tb.
bj
Cris Viel
Guaporé

marilia disse...

Fábio,

Sou amiga da Letícia, fico encantada com a sua garra e força de vontade. Vá em frente que vc chega lá.
Informe como te ajudar.
Marilia

Fabi disse...

Etamos contigo nessa!!!
Já vou começar a divulgar...
Vai dar tudo certo, baby!!!

Beijão,

FabiCapeBela

Camila C. disse...

Fábio!
Já conhecia um pouco da tua história, pois trabalho na Prefeitura de Guaporé com o teu tio Celso. Muitas manhãs de segunda-feira (momento em que realizamos uma pequena reunião antes de iniciarmos os trabalhos)fizemos orações para tua recuperação.
Mas tive conhecimento do teu blog pela tua prima Fabi, que é uma grande amiga, e fiquei impressionada com a tua força. Tu está totalmente certo: Deus nos dá somente aquilo que podemos suportar.
Torcerei muito para que consiga realizar teu sonho, auxiliarei na divulgação (que é a única coisa que posso fazer por ti no momento), mas, acredite, tu ganhou uma coisa muito importante com tudo isso (além de savar tua mãe): um nível de espiritualidade admirável! Parabéns! Não é fácil se manter otimista e tão sensato em situações como essa.
Passo a ser uma grande admiradora tua!
Abraço guri!
E "força na peruca", como diz a Fabi.

Neus disse...

Sua história será conhecida. Aguarde.

Natália disse...

Olá, para incentivar outras pessoas, devo publicar aqui que depositei na sua conta uma quantia pequena, dentro das minhas possibilidades, mas que talvez faça a diferença pra você. Afinal, se todo mundo contribuir com um pouquinho, você consegue rapidinho o que precisa. Achei sua história comovente. Gostei da sua atitude de se esforçar e terminar a faculdade. Pareceu-me alguém muito correto e determinado. Boa sorte, que o Project Walk dê resultados e você recupere o movimento das mãos e, quem sabe, até outros.

Anônimo disse...

OLÁ,ACABEI DE ASSISTIR A REPORTAGEM NO SBT. EU MORO EM BSB HÁ MUITO TEMPO E NÃO CONHECIA A SUA HISTORIA, ACHEI LEGAL A IDÉIA DA DIVULGAÇAO DA SUA HISTORIA PELA MÍDIA. CONTINUE ASSIM FIRME NO SEU SONHO E PODE CONTAR COMIGO E TODA A MINHA FAMÍLIA. FICA COM DEUS.

Jailson disse...

è muito dificil nesta hora poder dizer algo que venha a consola-lo, mas peço a Deus em nome de jesus que Ele venha te dar força e te encher do amor Dele com esperanças e com muito carinho.
Deus seja contigo e vou tambem divulgar Fabio.
Fica na paz de Deus.

Jailson disse...

É muito dificil nesta hora poder dizer algo que venha a consola-lo, mas peço a Deus em nome de jesus que Ele venha te dar força e te encher do amor Dele com esperanças e com muito carinho.
Deus seja contigo e vou tambem divulgar Fabio.
Fica na paz de Deus.

denis disse...

Fabito,
com certeza te ajudarei, voce se lembra que passei por uma barra também, mas graças a Deus já é passado. Tomara que tudo dê certo, abração saapm

betinha16 disse...

Olá Fábio... só vi a campanha agora ao entrar no orkut do Duda... a partir de agora começo a divilgação...conta comigo..abraços

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Fernanda disse...

Fábio!!!!!!!
fiquei emocionada com o teu texto...mesmo conhecendo toda a tua historia....vou fazer o possivel para divulgar, afinal, só podemos desistir dos sonhos quando não pudermos pertencer mais neste mundo...força que tudo vai dar certo!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!muitos beijos da prima que te adoraaaa muito....e do joão franciscvo também...

Anônimo disse...

OOOOi Fabito!!!! Sou tua prima e dinda da tua mãe, lá de Guaporé. Já estou fazendo um grande "barulho" aqui em Porto Alegre, tenho amigos em todas as áreas da sociedade gaúcha, ONGs, Instituições e Hospitais onde atuo como voluntária, com certeza vai dar tudo certo!!!!!Beijos para todos... Conta comigo!!!

Anônimo disse...

OOOOi Fabito!!!! Sou tua prima e dinda da tua mãe, lá de Guaporé. Já estou fazendo um grande "barulho" aqui em Porto Alegre, tenho amigos em todas as áreas da sociedade gaúcha, ONGs, Instituições e Hospitais onde atuo como voluntária. Já falei com a ANI HERZOG em São Paulo, amiga de tua mae, tbém já vai rodar por lá... com certeza vai dar tudo certo!!!!!Beijos para todos... Conta comigo!!! Mara Fátima Panassolo mpanassolo@ig.com.br

Ju disse...

:(

fiquei triste, tenho que admitir, por mais q vc seja positivo nesse momento, não consigo não ficar triste.

espero que consiga o que quer! força, força, força, força sempre!

jornaleirosfc disse...

Também sou de Brasília e fiquei sabendo da sua história alguns dias atrás, não lembro aonde, mas li ela toda apenas nesta sexta feira(19). Também faço jornalismo (7° semestre).
Deus sabe o que faz, isso que aconteceu com você, por mais doído que foi, houve um por quê. Não sei e talvez não saberemos aqui na terra, mas Deus sabe. Assim que eu puder ajudar finaceiramente pode ter certeza que vc terá minha ajuda! Por enquanto posso rezar pra vc melhorar nem que seja 1% ao dia, porque você vai longe. Você é um guerreiro. Nunca para de lutar, sua recompensa virá em breve! AMÉM.
Augusto Henrique

Bruno Stein disse...

Força Fabito, você é um exemplo para qualquer um, com certeza sua humanidade, força de vontade vão ser compensadas! Vou ajuda-lo no que for possivel, lembra que o Gremista nunca desiste!

Ivete disse...

Puxa, Fábio, sou do RJ, recebi um e-mail de uma prima que está morando em Brasília, e entrei no blog. Estou mto emocionada com a sua fé e determinação!!!

Você é iluminado, Fábio... pode ter certeza de que Deus irá fazer a parte Dele!
E eu farei a minha, divulgando a todos que conheço! Sou enfermeira, tenho colegas que testemunharam diversos casos de verdadeiros milagres que aconteceram em lesados medulares, e um dia ouvirei o seu testemunho também!!!!!!

Que Deus o abençoe!!!
Ive Cristina

Célia disse...

Fábio,

Vibrei muito ao saber do teu esforço e de todos que estão empenhados neste projeto, neste sonho que já é realidade, mais breve do que você espera, tenho
certeza que você iniciará o tratamento em San Diego para tornar-se mais indenpendente ainda e levar todo o AMOR, GARRA e FÉ que você transmite. Pode contar comigo no que precisar. Te admiro e te quero muito bem. Um grande abraço com amor e carinho fraterno.
Sua vizinha Célia

Anônimo disse...

Po cara eu conheço seu irmao o leo
e pior que e de chora cara
continue a vida tu tem fe mlkkk
acredite ;D

Amigos da Sociedade Estação Vida disse...

Oi, Fábio!
Fiquei sabendo da sua campanha pela Celinha
que é sua vizinha e quero ajudar!
Já vou divulgar na minha rede e quero comprar
a camiseta. Como fazemos? Vc me contata?
valeriakneipp@gmail.com
Fiquei muito sensibilzada com tua narrativa e
tenho certeza q vc vai alcançar seu objetivo.
Que Deus te dê muita força e parabéns pelo
carinho que vc tem com sua mãe!
Bj grande! Valéria

Blogarcia disse...

Poisé, Fábio. Eu escrevi dia desses que "Não podemos mudar o mundo. Certo. Mas o nosso munto particular, este nós podemos!" E o seu mundo será mudado, com a participação de todos que se comoverem com a sua história. Conte com o Advogarcia Sebastião Garcia.

Deia disse...

oi fabio sou de guapore e todos estamos aqui torcendo por voce e com certeza pode contar com nossa ajuda!!!1boa sorte!!!!

Cledilson Carlos disse...

Fabito, Sou de Patos de Minas MG, e to aqui pra dizer que junto contigo nessa cara, vou divulgar seu texto e fazer o que for preciso pra que vc possa participar do projeto Walk.
Paz ai, e fica com DEUS.

Débora disse...

Oi Fábio
Não posso ajudá-lo como gostaria, mas saiba que você já me ajudou bastante com sua história de luta.
Precisava muito de um exemplo como o seu para continuar a viver plenamente.
Boa sorte.
Eliane

Keka disse...

Fabio, legal essa ideia de colocar sua história. Parabéns pela força e pelas conquistas até aqui. Agora eu tbm te ajudei um pouquinho para continuar conquistando seus objetivos. Vai com Deus!
Bjao! :)

CelsoRocha disse...

Boa sorte cara!!!

Clara Gontijo disse...

Cheguei ao seu blog através do twitter do Danilo Gentili (assim como muitos devem ter chegado no dia de hoje!). Desejo muito sucesso em suas buscas, força, serenidade e muita sabedoria para compreender, aceitar e evoluir nesta vida.
Todo esse movimento que está fazendo tem chegado em pessoas conhecidas ou não e mexido de alguma forma com a vida delas. Você já está cumprindo uma missão com esse blog muito maior do que pode supor. Grande abraço, felicidades.

Andresa disse...

Li sua história depois que o Danilo Gentili divulgou no Twitter dele.

Sexta-feira é a minha formatura na faculdade, mas eu não estou muito animada com ela. Muita coisa aconteceu nestes 4 anos, coisas boas e ruins, e isso é absolutamene normal. Por causa de magoas com alguns amigos da faculdade eu quase nem ia fazer a formatura e confesso que hoje, agora mesmo, estou com vontade de sair correndo, enfiar a cabeça debaixo do meu travesseiro e só sair de lá na segunda-feira.

Agora que li sua história, vi que você está lutando em uma situação muito difícil em que a maioria desistiria, eu não vou mais ter medo e vou continuar lutando também. Até me sinto envergonhada de estar com pensamentos tão pequenos na minha cabeça enquanto você passa por esta situação tão difícil.

Não tenho muito dinheiro, mas vou te dar uma ajudinha financeiramente e também na divulgação do seu caso na internet. Parabéns por ser um rapaz esforçado, por ter fé e não desistir. Se Deus tivesse que escolher um de nós para abençoar, eu preferiria que fosse você.

tassio acosta disse...

Cheguei aqui através do @danilogentili. li e fiquei pasmo com essa tragédia. amanhã mesmo irei ajudá-lo e espero que um dia, outros poderão ser ajudados por mim, por você e por todos.

abraço e sucesso!

Viviane disse...

Li sua história...
Sua força de vontade´e sua fésão surpreendentes.. foi divulgar sa história e ajudar no que for preciso!
se cuida!
beijos

Ícaro disse...

Olá..

Fabio, não lhe conheço, ainda creio. Acabo de receber um twitter com seu blog. Comecei a ler, fui ver o que era.

Estou impressionado, se esta é uma boa palavra pra definir.
Sei que não posso ajudar muito, mas vou divulgar o quanto posso.
Caso precise de alguém para contar com internet , ou que conheça um pouco de computadores é o que posso oferecer, se precisar criar um site proprio, sem ser um blog público me disponho a fazer isto, mesmo sendo em dominio privado, ainda poderá ser blog, por exemplo com o nome Bora_fabito.
No mais é isto, boa sorte nisto tudo. A esperaça nos move, isto é belo.
Vou re-passar seu blog a todos que conheço.
Meu contato do msn é reifison@hotmail.com meu e-mail pessoal é mardem@reifison.com.br

Escreva se precisar.

Abraços

Liliana disse...

Boa noite Fabio,
Recebi um tweet do Danilo Gentili do CQC e vim conhecer sua história. Fiquei muito sensibilizada com sua história e também pelo fato de seu acidente ter ocorrido no dia do meu aniversário. Fiz minha contribuição (DOC para o BB) e espero que seu sonho se torne realidade. Ficarei rezando por seu sucesso. Parabéns por sua perseverança. Fique com Deus! Abs., Liliana

Débora Fouraux disse...

Oi Fabio! Recebi seu texto, através do twitter do Danilo Gentili! Fiquei emocionada! Tenha força, que você vai conseguir! Tenho um blog e vou divulgar sua historia! Espero ter ajudado! Tudo de bom pra você! Beijoss

Tania Fernandes disse...

Oi Fabitooo! Me emocionei com sua história, encontrei o link do seu Blog no Twitter no Danilo Gentili, li tudo o que você escreveu, tô te achando o máximo. Vou te ajudar e divulgar tudo aqui no meu Blog. Grande beijo e até mais... Amei a última frase: "Eu jamais deixarei de acreditar".

Elizabeth Scavone disse...

Fabio
Fiquei muito comovida, e com certeza Deus tem um propósito para todos, seja forte e mesmo sem te conhecer pessoalmente, eu irei fazer oque posso para poder te ajudar, e nesse momento que recebi essa mensagemde de uma sobrinha, e o que posso fazer para te ajudar é divulgar esse relato seu. Que Deus te ajude e proteja dando muita saúde e fé. Um forte abraço

Pe. Luciano Carvalho disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Pe. Luciano Carvalho disse...

Fabio, que bom podermos olhar pra você e ver que a vida é sempre uma luta cada um com a sua limitação, mas no coração um desejo inquieto de felicidade que só se encontra em um lugar, Deus. Um abraço e conte com minhas orações e apoio ao seu projeto.

João Magalhães disse...

So tenho uma palavra neste momento pra vc. PARABÉNS, com todas as honras. To contigo. E que nosso Deus, que vc inclusive acredita, seja realmente o que caminhará ao seu lado em qq circunstância e que vai te dar tudo aquilo que teu coração desejar.

Abraço e sucesso sempre em seus objetivos.

Dr. Fernando disse...

Olá, Fábio.
Achei por acaso seu site. Li a sua história, gostei da parte onde vc diz que aceita, mas não se conforma. Sofri um acidente também, em agosto do ano passado. Graças a Deus, só uma fratura no pé. Um arranhão perto do que te acomete. Não imagino como seja a vida com suas limitações, mas sei o que você quer dizer sobre teu acidente ter "ajudado" tua mãe. Se eu não tivesse quebrado meu pé, minha vida teria tomado OUTRO rumo!

Boa sorte em sua recuperação, que Deus te abençoe e acompanhe.

Thiago Motta disse...

Brother, muita força e muita luta, você vai conseguir chegar onde quiser, basta ter fé e continuar lutando.

Bianca Rosa disse...

Muito emocionante sua hostória, a li com lágrimas nos olhos, pois tenho um irmão que a 4 meses atrás passou por um acidente parecido e hj, graças a Deus, ele está andando normalmente e recuperando os movimentos dos membros superiores.
Fabio, tenha certeza de que tudo o que acontece nessa vida tem um propósito e muito me alegro em ver que você, apesar do acorrido, entende isso.
Não o conheço, mas percebi que vc é guerreiro e não vai desanimar ou desistir. Por isso, vc pode contar com a minha ajuda!!
Tenha certeza q essa sua história tbm ajudará pessoas e muito além do q vc imagina (animando-as, por exemplo)
Tenha fé e nunca pare!
Um grande abraço!

Amaro disse...

Tamo junto brother !!!

considere-se divulgado e ajudado.Conte com ajuda e tbm com boas vibraçoes..

abrass aloha

Transeunte disse...

Que brabeza isso, não consigo sequer imaginar o significado de todos esses problemas que você tem passado. Fico na torcida para que você consiga atingir seu objetivo. Um abraço!

Léo disse...

Vamo la rapaz, com a tua determinação e força de vontade tenho certeza que você volta andando de lá!

Por mais que seja pouco fico feliz de ter podido te ajudar...

Boa sorte e força!!!

@eCarolina disse...

Fábio, não te conheço, mas irei ajudar.
Continua firme no teu objetivo.
Você vai conseguir.

1abr.

Saty. 藤井 disse...

Acabei de ler e saber da sua história através de um amigo que divulgou o blog!
E agora estou divulgando sua história também!

Tenho certeza que você vai conseguir!!!

Bjooos

Nane disse...

Sensibilizada com seu objetivo, contribuo e divulgo.
Boa sorte

lucas disse...

vemdo sua incrível história de vida eu até me sinto um bundão de reclamar das coisas

Ana disse...

Pode contar comigo tb.Que essa luz e esperaça contamine todos os que seguem sua história.

Fred disse...

Estou ajudando a divulgar cara! Força pra ti!
"Nas garras das circunstâncias
Eu não recuei, nem chorei alto
Sob os golpes do acaso
Minha cabeça está sangrando, mas não abaixada" (William Ernest Henley)
Esse é um trecho de um poema q sempre me dá forças, se cuida!

Anônimo disse...

Com certeza nada acontece por acaso, Fabio...Estamos juntos...vou divulgar o maximo possivel...NUnca esqueça...Deus está ao nosso lado sempre....

__PP__ disse...

Que guerreiro, que história..
fiquei bastante emocionado.

FORÇA FABITO, vc é o CARA!

Leninha - sempre romantica disse...

ESTOU DIVULGANDO NO MEU BLOG.
http://natadosromances.blogspot.com/
O blog Sempre Romântica espera assim contribuir!
força!

Anônimo disse...

Po cara, eu dei uma lida na historia e talz, ai cheguei na parte que fala sobre Deus. Ali foi dada a impressão como se Deus quisesse isso pra vc. Mas está errado, se vc ler um pouquinho a biblia verá que não é assim!! Eu creio em um Deus de cura e de milagres que disse que aliviaria o fardo das pessoas que chegassem a ele. Você não precisa passar por essa situação há uma saida. Cristo não morreu à toa. Busque entender um pouco mais, fale com Deus e peça orientação!!!

Me desculpem pelo anonimato, mas sabe como é. Por eu ter uma fé sobrenatural muitos perseguem e eu quero evitar isso!!! Grato pela compreenção!!

Juninho Silva disse...

Divulgado no Blog do Juninho, espero que isso ajude.

Acredito em você e espera que você volte de San Diego andando!

http://www.blogdojuninho.com/

Ingrid disse...

Fabito Muita Fé...Fiquei muito emocionada com a tua história de vida. Vou ajudar a divulgar a sua campanha no Tocantins, pois atualmente moro em Palmas, a capital do estado.
Boa Sorte.
Paz! \o/

identidadeX disse...

Não trate os obstaculos da sua vida como dificuldades e sim como desafios a serem superados.Vou divulgar seu blog no meu blog.Estou com vc brother!!!

identidadeX disse...

Ta ae meu blog:
http://sefordegratis.blogspot.com/

felipe disse...

oooh grande vc eh um exemplo de menino pode conta comigo postei aiiii teu blog pra te dah um forçaa grande abrass e nunca pare de lutar !!!!

Sol disse...

Vc ja´viu aquele filme o escafrando e a borboleta, assista acho que pode te dar boas esperanças...
Beijos

CHOCOLATE disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
CHOCOLATE disse...

pode contar comigooo no que eu poder divulgar velhoo
você e um exemplooo de luta e vitóriaa vamos sair vencedores nessa vida aii mano

Bianca disse...

Sua história me comoveu profundamente. Irei divulgar para que todos possam ajudá-lo, assimo como eu vou.

Ana disse...

Bora Fabito.......... pode contar comigo para divulgar.....sucesso na sua trajetoria!!!!!!!

Bruna Lopes disse...

Fábio, estou muito emocionada com o seu texto. Recentemente sofri um acidente de carro, fiquei alguns meses com muita dor e andando de cadeira de rodas. Tive fratura da L5. Deus me abençoou e hoje estou quase 100%, andando perfeitamente e saudável. Sua história me fez reviver muita coisa e me fez ver como Deus é perfeito e permite que as coisas aconteçam quando tem que acontecer. Parabéns pelo seu otimismo, sei que é muito difícil em alguns momentos... Estou rezando muito pela sua melhora, tenho certeza que com sua força de vontade vai atingir todos os seus objetivos! Deus abençoe a você e sua família.

Angelinha disse...

Olá Fabio, acessei seu blog pelo twitter do Danilo, sou de Embu Guaçu/SP, parabéns pelo seu posicionamento, minha mãe tbm possui restrições de alguns movimentos, mas assim como vc, está procurando viver intensamente todos os dias. Tbm estou divulgando. Força !!!!!

Sérgio Renato disse...

Força e fé Fábio!

Pode contar com minha ajuda!
Abraços!

Locutor marcelo silva disse...

Nossa, que história de vida!
E nós que reclamamos de tudo e de todos?
Essas pequenas coisas me fazem ver como somos todos limitados e como somos ignorantes com a nossa própria realidade.
Continue firme meu jovem, Deus é capaz de TUDO, pode mover o mundo a seu favor.
Estarei orando e no que for possivél em ajudar estarei por aqui!
Abraços, vou começar a divulgar já!
Você merece isso e muito mais.

Locutor marcelo silva disse...

Nossa, que história de vida!
E nós que reclamamos de tudo e de todos?
Essas pequenas coisas me fazem ver como somos todos limitados e como somos ignorantes com a nossa própria realidade.
Continue firme meu jovem, Deus é capaz de TUDO, pode mover o mundo a seu favor.
Estarei orando e no que for possivél em ajudar estarei por aqui!
Abraços, vou começar a divulgar já!
Você merece isso e muito mais.
Acesse meus sites:
http://www.dailouvor.com
http://www.timongalera.com

keliane disse...

Fabio, mt emocionante sua história, estarei divulgando, e com fé em Deus vcc vai conseguir. é com garra e fé que as melhores coisas acontece !

Estou contigo. :*

By: KEKE '
ORKUT : http://www.orkut.com.br/Main#Profile?uid=14795581373751258813&rl=t

Marco Antonio Araujo disse...

Estou contigo, cara.

E não é por pena, como alguns devem sentir, não (Você sabe que infelizmente é assim que muitos se comportam, já sofri alguns acidentes e vi de perto).

É que admirei muito seu espírito, suas percepções e maneira de seguir em frente com força, positividade e jamais se conformar!

Vou divulgar e fazer o que puder, camarada!

Ana disse...

Oi Fabinho!! Além da fisioterapia , procure um tratamento com terapeuta ocupacional, este profissional pode te ajudar nas atividades que queira e precise fazer... ,Boa sorte! Ana

Mila disse...

Parabéns pela sua força e vontade de lutar. Sua história hoje, me serviu de aprendizado e tenho certeza que muitas outras pessoas apredem todos os dias com você. Sou muito desanimada, e acabo me entristecendo por coisas bobas, mas ao ler sua história pode perceber que o mais importante é dar valor a nossa vida, as nossas liberdades e lutar para conseguir o que agente quer, como você tem feito todos os dias!

Parabéns, que Deus continue te abençoando e fortalecendo a sua fé!

Abraços

GeTuDo (GEGE) disse...

Ei, sua história é realmente emocionante, dramatica sim, e você demonstra uma força enorme de luta e persistência!
Divulgarei seu texto e sei que conseguirás alcançar seus planos.
Boa sorte e vitória!
Gege

Biazynhah disse...

Realmente não tem como ler sua história e não chorar, mas com sua história também aprendemos que temos que lutar para realizar nossos sonhos, e é o que realmente você está fazendo lutando para realizar o seu sonho.
Estou seguindo o seu blog,e vou divulgar seu blog no meu.

icekilmer disse...

Fabito!!! Meu xará de nome e de apelido, vou dar uma força também dentro do que hoje é possível pra mim.
Vou procurar divulgar o seu blog dentro do trabalho, academia e entre outros amigos.
Abraços cara.

Lamba disse...

Fabito, fiquei sabendo da tua história através de um tweet. Vou divulgar pro máximo de pessoas que puder!

Perseverança brother! Quando a gente abraça a vida não tem como ela não nos abraçar de volta!

... e escute Pink Floyd =D !

Danielle disse...

Fabio,
Realmente sua historia de vida é emocionante, como não chorar lendo, mas Deus sabe todas as coisas, isso vc pode ter certeza, e se hj vc esta assim algum proposito ele tem, as vezes nos "queixamos" de coisas tão pequenas e não damos valor a vida, vc é um exemplo de vida. Esta de parabéns por ser assim, humano, batalhador, e não desanimar nunca, Lute sempre, não desista jamais.
'Quando Deus tira algo de você, Ele não está punindo-o, mas apenas abrindo suas mãos para receber algo melhor'.
Te desejo tudo de melhor.

E hj estarei lá no SESI na peça p/ contribuir com sua viagem.
sucesssssoooooooo...bjs

Mabu disse...

Olá fabito!
sou de Mauá-SP
vou ajudar a divulgar a sua historia aqui pra tentar te ajudar! tenho alguns contatos ai em brasilia também... vou tentar fazer o que puder ... beeijos :*

Cibeli disse...

Então Fabito, vai dar certo! já deu! Tem uma frase de um tal de Goethe que é assim:"No que diz respeito a todos os atos de iniciativa e criação, há uma verdade elementar: assim que a pessoa se engaja definitivamente a Providência também entra em ação." Nós já estamos engajados! e Os melhores do mundo também, né? ouvi falar de vc lá, ontem a noite. E sei que ainda vou ouvri falar mais. Grande abraço, FORÇA SEEEEMPRE!

Eduardo Moska disse...

Bora Fabito!

Sou de Brasília do blog LevelGamer.com

Vamos divulgar sua campanha em nossso videocast tb!

abraço
Eduardo Moska

Black Book disse...

BORA FABITO!

MANDA UM E-MAIL PARA O GUGU DIZENDO QUE SÓ FALTA POUCOS DIAS PARA VC CONSEGUIR REALIZAR SEU SONHO TENHO CERTEZA QUE ELE VAI TE AJUDAR TB!

E ESTOU DIVULGANDO NO MEU BLOG TB OK PODE CONTAR COMIGO!

VAI DAR TUDO CERTO AMIGO!
ATT: PINA.

www.blackbookdopina.net

Luiza Callafange disse...

Olá Fábio! Muito prazer, o meu nome é Luiza, eu tive contato com o seu blog através de um amigo meu, que o divulga pelo msn.
A sua história não é uma história linda, não é uma história triste, não é uma história horrível. A sua história é uma história de luta, de vida, de não desistir e correr atrás dos seus sonhos mesmo que quaisquer obstáculos se coloquem contra você. É a lei da conspiração, você quer, você vai, você consegue. Eu acredito nisso com todo o meu coração.
Religião a parte, eu sou espírita, mas acredito de verdade que tudo o que você passou aconteceu dessa maneira porque era para ser assim, porque tudo isso tinha um objetivo, para que você desenvolvesse essa mentalidade que você tem hoje, para que você se tornasse essa pessoa cheia de coisas bonitas que é. E claro, para salvar a sua mãe, que com certeza te ama mais do que tudo nesse mundo para estar pertinho de você mesmo com tamanho estresse ou seja o que for!
Você é uma pessoa linda, Fábio, por dentro e por fora, eu te admiro muito por isso! Vejo você lutando pela vida, aproveitando-a ao máximo e buscando os seus sonhos, e isso dá força mesmo para aqueles que não passaram pelos mesmos problemas que você, mas que precisam de alguma motivação ou estímulo para seguir em frente! E acho que não tem outro melhor do que o seu.
Eu gostaria de saber, o que é possível fazer para te ajudar? Divulgar o seu blog é um pré-requisito, nem precisa falar...Mas qualquer coisa a mais, por favor, conte comigo!
Qualquer coisa que precisar e eu puder ajudar..É só dizer! Eu te passo meus contatos ^^
Tudo de bom para você!

Phanton m disse...

Fabito melhora ai, sei como é ter alguem assim na familia minha mãe passou por um AVC e ficou numa situação igual.
Força de vontade ai cara, se ela conseguiu voltar quase tudo você também consegue.
Fé em Deus e melhoras cara.

Erica disse...

Menino!!! Nem te conheço pessoalmente e ja sou completamente apaixonada por você!!
Lhe desejo sorte,muita saude e te dizer que tudo vai dar certo!!!
E qualquer coisa que você precisar pode contar com a galera aki do Rio!!!! E principalmente comigo!!!
Bjão!!!

fabio disse...

Fábio, meu xará, que Deus(a) lhe ilumine na sua jornada em busca da recuperação e uma vida melhor. Aliás, isso já acontece. Você é uma pessoa muito decidida, pelo que percebi, e isso é o segredo do sucesso: a decisão.

Conheço muitas técnicas de Yoga e posso lhe garantir que as mentais são as mais eficientes. Sua mente, hoje, é, com toda certeza, muito mais poderosa que antes do acidente, até porque seu corpo, de certa forma, "involuiu" e sua energia vital se concentra mais na mente. Existe um desequilíbrio (que é natural, pois a sabedoria se adquire com o tempo, o mesmo tempo que envelhece o corpo e fortalece a mente) que sua mente tenta atenuar e consegue, com o uso do tempo, tempo sem ansiedade.

Agora, para que sua mente seja, realmente, poderosa, procure evitar os sentimentos ruins como medo, angústia, remorso e arrependimento. Eles não deixarão de existir, mas devem permanecer quietos.

Percebo que você está na escalada do sucesso e pronto para a obtê-lo. Por isso, controle a ansiedade, nada de excessos. Seu caminho está livre, vá com sua mente limpa, seu coração paciente, aceite o amor e a compaixão de todos que lhe são gratos pela lição de vida que você nos dá com seu blog e acredite: você vai conseguir !!!

Um grande BEIJO NO SEU CORAÇÃO e OBRIGADO !!!

Anônimo disse...

ola Fabio...saou Rosane nos conhecemos na chacara do Canal com o Celio e Simone..desde o acidente acompanahmos tudo..hj Airton me mostrou teu saite..ele ja contribuiu com vc fazendo um deposito..hj vou enviar a todos meus amigos do orkut e email...conte com nossa ajuda..um bj no coração de cada um de vcs..logo vc estara la..fica com Deus....VC É EXEMPLO DE LUTA E ADMIRAÇÃO..(rosane_zanetti@terra.com.br) manda um bj especial p tua mãe...

Daniel disse...

Me emocionei bastante com o aconteceu e acontece na sua vida.


Espero que a pequena ajuda que a maioria de nós está cedendo que é espalhar o texto ajude de alguma forma em sua luta.

Ítalo disse...

Fabito. Estou divulgando pra todo mundo. Que dê tudo certo na sua vida cara que tudo ocorra bem.

Abraço cara tudo de bom.

FELIPÃO disse...

Fábio, tenho 68 anos e o meu nome é FELIPÃO. Entendo muito bem o que você nos fala em seu blog, porque sou pai da RENATA ( www.erromedico.org/renata.htm ), totalmente tetraplégica, por conta de abandono numa mesa de um consultório, quando foi fazer um exame de 20 minutos com anestesia geral. Era um exame e não uma operação. Negligenciaram em 2002 e até hoje , quase 9 anos, ela está dependente de 11 pessoas ao seu redor, durante as 24 horas do dia. Barra pesadíssima para todos nós. Ela esteve também no SARAH. Foi tratada no Rio pelo Neurologista Paulo Niemeyer, hoje ( mais de 6 anos ) está em minha casa onde os pais cuidam dela com todo amor e carinho, com um contingente de pessoas do ramos de enfermagem. Ela tem 29 médicos cuidando dela, eventualmente e gasta-se uma enormidade de dinheiro para que tudo fique a contento para ela.
Estarei lá no seu show e vou colaborar para que você consiga viajar e fazer a sua operação. Felicidades e um grande abraço do FELIPÃO ( do Clube da Bossa Nova de Brasília ).

Carini Guimarães disse...

É isso ai Fábi!!!!! Tua história é um aprendizado de superação para todos nós. Irei divulgar....
Força que tudo vai dar certo.

regina disse...

oi FABIO tdb,acabei de ler sua história e achei muito emocionante,temos coisas em comu,sou REGINA,moro á 35km de BRASÍLIA,e nasci com mielomeningocele e hidrocefalia,e fiz tratamento no sarah,e tbm tenho um blog alias se quiser visi-tálo fique á vontade o link é reginanunes-regina.blogspot.com.fiz com intençao de ajudar os deficientes da minha cidade e quem sabe do BRASIL todo,ah pode contar cmg no que precisar,boa noite,bjos.

Lorenn Sophia Menezes Lopes disse...

Oi, Fábio... nunca tinha parado para ler realmente seu blogger, e hoje mais do que nunca resolvi saber um pouco da sua história.
Meu primo é cadeirante, 22 anos, vitima de um acidente de carro. Não convivo com ele 24hs/dia, mas procuro estar por perto sempre que posso ...
Eu tenho fé que tanto você quanto ele, irão alcançar ambos objetivos.

Eu sou só mais uma, desta torcida enorme que torce por voce, viu? ;]

Fique com Deus,
Abraços Fraternos.


Lorenn Sophia Menezes Lopes

Lorenzzo disse...

Mantenha-se FIRME e FORTE, demore ou não, o objetivo será atingido, abraços de um conhecido de infância.