quarta-feira, 28 de janeiro de 2009

A bomba colorada


O Inter, juntamente com o São Paulo possuí o melhor elenco do Brasil. A diferença são os valores pagos para a manutenção dos jogadores nas equipes.


Em 2008 a folha salarial do São Paulo era de R$ 2,3 milhões enquanto a do Inter, a mais cara do Brasil, era de R$ 3,2 milhões. Para 2009, ambas as equipes se reforçaram e não venderam suas principais estrelas.


O Inter contratou recentemente o lateral Kléber ex-Santos e o atacante Alecsandro que estava nos Emirados Árabes e pagará respectivamente R$ 250 e R$ 180 mil de salários aos dois.


Juntando-se a Nilmar que recebe R$ 300, Guiñazu R$ 150, Magrão e Gustavo Nery R$ 120 mil por mês, a folha salarial, que já era a maior do país, agora gira em torno de R$ 5 milhões mensais.


O problema colorado é que nos planos da direção estava prevista a venda de um de seus craques, Nilmar ou Alex, para a manutenção do elenco nesta temporada. Fato que ainda não ocorreu.


A torcida, com razão, vibra com o elenco milionário. Os dirigentes colorados por sua vez, terão que rebolar para manter os salários em dia e evitar que a bomba que tem em mãos não estoure nesta temporada, justamente no ano do centenário da equipe.

2 comentários:

Rafa disse...

o Corinthians tb deve estar gastando uma nota com o time que montou.

Tiago disse...

É, mas o Inter se desfez e está se desfazendo de vários jogadores que ganham alto salário e não são aproveitados, foi dado uma boa enxugada no plantel, então acho que não chega a 4 milhões a folha...